Publicado: 20/07/2020 às 18:07
Por: COMUNICAÇÃO CBTP | Categoria: NOTÍCIAS CBTP

Nota de repúdio – Respeitem os CAC’s, pois não somos bandidos!

A Confederação Brasileira de Tiro Prático (CBTP) repudia veementemente a matéria exibida no programa “Fantástico” no dia 19 de julho de 2020, pela Rede Globo de Televisão.

O Tiro Prático é um esporte que desperta em seus praticantes verdadeiras transformações que propiciam o aumento do poder de concentração, de responsabilidade, respeito, disciplina além de despertar o senso de ética e justiça.

Todos esses princípios foram completamente lesados com a divulgação de uma notícia tão fantasiosa, tendenciosa e mal apurada.

O Tiro Desportivo é regulamentado pela Lei nº 9615/1998, institui normas gerais sobre desporto e dá outras providências, e pela Lei º 10.826/2003, que dispõe sobre registro, posse e comercialização de armas de fogo e munição, sobre o Sistema Nacional de Armas – Sinarm, define crimes e dá outras providências.

Formado por homens e mulheres, cidadãos cumpridores das suas obrigações, desportistas e profissionais das mais diversas naturezas, os CAC´s tem a sua atividade expressamente permitida por Lei, sendo a mesma rigidamente regulada e fiscalizada pelo Exército Brasileiro. Ou seja, possuir arma não é ilegal, muito menos imoral ou, por si só, constitui risco à vida das pessoas. As nossas armas são utilizadas para a prática do tiro desportivo, defesa pessoal e defesa do nosso acervo.

Todos os atletas cumprem todo o processo em sua integralidade, mas o que vemos é uma mídia completamente despreparada, e que, ao contrário do que se propõe, não cumpre o mínimo de sua responsabilidade: informar de forma imparcial e idônea.

Afirmar que as armas de fogo utilizadas em crimes, são provenientes diretamente do acervo dos CAC’s, é extremamente falso, sem fundamento cientifico e coloca famílias inteiras como verdadeiros bandidos.

A CBTP repudia veementemente este tipo de matéria, totalmente desfavorável à sociedade, que apenas reforça a ideia de que “armas matam” difundindo o medo e promovendo a desinformação às pessoas. “Armas não matam pessoas, pessoas matam pessoas”. Culpar a arma pelo crime é a mesma coisa que culpar o carro pelo acidente de trânsito. Crimes do colarinho branco matam centenas, milhares de pessoas em todo o mundo. Quantas vidas foram ceifadas, dos bilhões, trilhões dos recursos públicos desviados nos últimos anos.

Milhares de atletas espalhados pelo Brasil; Mais de 100 anos da prática desportiva (primeira medalha olímpica foi conquistada pelo tiro em 1920), e não vimos nenhum desses representantes tendo voz nessas mesmas mídias, que insistem afirmar que levam apenas “informação”. Esperamos pelo dia em que a mídia volte a atuar com transparência, imparcialidade e comece a trabalhar com apresentação dos dois lados da moeda.

 

O Tiro é um Esporte.
Respeitem o Tiro Prático.
Respeitem a História do Tiro Desportivo.

Compartilhe: