Publicado: 17/07/2020 às 11:07
Por: COMUNICAÇÃO CBTP | Categoria: EVENTOS INTERNACIONAIS

Homologação de provas Nível III IPSC 2020.

Prezados!

As provas de nível III da IPSC são de extrema importância para o desenvolvimento e manutenção do esporte a níveis nacionais e internacionais. É através destas provas que o Brasil garante seu lugar no Ranking mundial dos países que mais contribuem na promoção do Tiro Prático.

As entidades são de fundamental importância neste processo. Ao realizar uma prova de Nível III estamos não apenas garantindo nossa colocação no Ranking mundial, mas preparando nossos atletas para as Competições Internacionais.

Outro ponto importante é o desenvolvimento estrutural que a realização destas provas promove. Como as exigências devem ser atendidas em sua totalidade, hoje temos diversos clubes que proporcionam qualidade no treinamento de nossos atletas. O resultado é que, além do Brasil estar a mais de 15 anos entre os cinco melhores países para a prática do IPSC, temos uma gama enorme de atletas aptos e com chances reais de premiação internacional e diversos clubes espalhados pelo país que possuem toda a estrutura e suporte para os treinamentos.

De acordo com a Assembleia da IPSC realizada em novembro de 2019, as provas de nível III Terão alteração na taxa de homologação que passa a ser contabilizada em Euro. A taxa de EUR 150,00 (cento e cinquenta euros) é recolhida pela CBTP e repassada a IPSC.
https://www.ipsc.org/wp-content/uploads/2020/04/IPSC-42-General-Assembly.pdf

O passo a passo para o cadastro de uma prova nível III IPSC, confira:
– O clube deve ser filiado e estar em dia com a Federação de Tiro Prático do seu Estado, e à Confederação Brasileira de Tiro Prático;
– Mínimo de 12 estágios, conforme regras da IPSC em vigor;
– As provas devem ser cadastradas pelos clubes/federações dentro do site CBTP, juntamente com a indicação do Diretor da Prova, RM e ROs, bem como, com o briefing da competição, e os desenhos dos estágios;
– Após cadastro, será gerado um boleto de EUR 150,00 (cento e cinquenta euros) para as provas de 2020, relativo a taxa definido em Assembleia Geral da IPSC, arrecada pela CBTP e repassada pela IPSC, que deverá ser pago no vencimento, para liberação do evento;
– Após as etapas acima cumpridas, o Diretor de Arbitragem, e o Presidente da CBTP, irão analisar para HOMOLOGAR e SANCIONAR a prova, ou por representantes por eles indicados;
– Após a realização das etapas, o RM e ou MD da prova devem informar o resultado no site da IPSC para que a mesma providencie o envio das medalhas presidenciais ao Brasil.
– Assim que recebidas pelo Diretor Regional da IPSC, as medalhas serão enviadas para as Federações responsáveis.
– Medalhas Presidenciais são apenas para competições de IPSC Handgun, IPSC Shotgun e IPSC CCP, registradas como nível III na IPSC.
– As competições de IPSC CCP começaram a ser registradas Nível III a partir do ano de 2020.
– As medalhas presidenciais são de responsabilidade do atleta, caso o mesmo não esteja presente para premiação, a entrega para terceiros só será aceita mediante assinatura.

CBTP trabalhando para o desenvolvimento do Tiro Prático.

 

 

 

Compartilhe: